13 DE JULHO – DIA ‘MUNDIAL’ DO ROCK E OS 100 MELHORES DISCOS DE ROCK DA HISTÓRIA

48652323

13 de julho de 1985. Foi nesse dia que ocorreu o Live Aid, um megaevento organizado por um certo Bob Geldof, vocalista da banda Boomtown Rats, com o objetivo de levantar fundos em prol dos famintos na Etiópia. Os concertos ocorreram no Estádio de Wembley em Londres e no Estádio John F. Kennedy na Filadélfia. É considerado uma das maiores transmissões de tv e satélite de todos os tempos. Acredita-se que o montante final de doações tenha chegado a mais de 150 milhões de libras esterlinas.

Cartaz do Live Aid e seu realizador Bob Gedolf

Cartaz do Live Aid e seu realizador Bob Gedolf

Durante o evento o cantor Phil Collins expressou o desejo de que o dia 13 de julho fosse considerado o “dia mundial do rock” em homenagem aquele show. Seu desejo começou a se tornar realidade no começo dos anos 90 quando duas rádios paulistas especializadas no gênero – a 89FM e 97FM – passaram a citar a data em sua programação. Apesar de não ser oficial, a data acabou recebendo aceitação por parte do público que passou a adota-la como o Dia Mundial do Rock. Embora ela seja comemorada somente no Brasil, sendo solenemente desconhecida no restante do mundo. É bem provável que nem mesmo o Phil saiba disso!

Phil Collins: Sério isso?

Phil Collins: Sério isso?

Com as redes sociais, a data ganhou ainda mais destaque (aqui no Brasil, claro), sendo comemorada todo ano com muitas postagens e fotos e declarações de amor dos internautas ao gênero ou às suas bandas e cantores e cantoras preferidas. E foi justamente num dia 13 de julho que resolvi prestar minha homenagem a esse que é um dos meus gêneros musicais preferidos, com uma ideia meio louca, mas que me rendeu frutos maravilhosos. Que ideia foi essa? Para saber, me permitam uma pequena digressão:

Eu sou um completo apaixonado por “listas de melhores”. Podem ser de melhores filmes, melhores músicas, melhores quadrinhos, melhores episódios de Jornada nas Estrelas etc. A internet está cheia delas e eu adoro ler cada uma. Sei que elas sempre refletem uma opinião ou gosto pessoal de seu(s) autor(es), mas mesmo assim adoro porque as considero um prato cheio para se conhecer coisas novas além de se ter contato com opiniões por vezes bem diferentes e por vezes bem parecidas com as nossas. Para mim são fontes de conhecimento inestimáveis!

E foi justamente por conter uma lista de (pretensos) 100 melhores discos de rock da história, que comprei uma edição da Playboy de 2003. Não vou ser hipócrita e dizer que comprei a revista só por isso (até porque não foi), mas o fato é que comprei a revista e me deliciei descobrindo álbuns e bandas as quais nunca ouvira falar e outras que conhecia, mas de quem sabia pouco ou nada. Aprendi um bocadinho e fiquei desejoso de saber mais, muito mais. Principalmente fiquei curioso pra conferir em primeira mão todas as informações daquela lista. Será que aqueles discos eram realmente bons? Será que as posições de cada álbum eram justas? E porque tanto encantamento com determinados álbuns e com outros nem tanto? Eu queria saber de tudo isso e mais: eu queria ouvir aqueles álbuns!

Alguns dos discos da tal lista

Alguns dos discos da tal lista

Para resumo da ópera (ópera-rock?), depois de algum tempo e de muita procura, acabei montando a discoteca dos 100 discos, em sua grande maioria através de downloads na internet, mas eu tenho alguns deles em casa em vinil ou remasterizados em CD. E depois de escutar cada um deles e de pesquisar sobre cada um, no dia 13 de julho de 2012, iniciei um álbum em minha página pessoal do Facebook onde eu me propunha a contar um pouco das minha impressões sobre cada um dos discos. A cada dia eu postava a capa de cinco discos e um pequeno texto contando um pouco da história de cada um, algumas curiosidades além da minha opinião. Esse álbum fez um relativo sucesso com meus amigos e me levou ao embrião de um projeto que viria nascer quase dois anos depois.

Foi a Izabela quem deu a ideia. Lá pela quadragésima postagem, a Iza, impressionada com o trabalhão que eu tive para baixar, escutar e escrever sobre cada disco, me sugeriu escrever um blog contando essa aventura. Na época fiquei pensando sobre isso e resolvi amadurecer a ideia, até finalmente me sentir confiante o suficiente para leva-lo adiante. Foi daí que nasceu esse blog. Pois é: o Habeas Mentem surgiu exatamente devido a esse álbum em meu Facebook. Foi ali que a semente foi plantada pela Iza e regada pela Verônica e pela Lady Sybylla conforme já contei na postagem inaugural do blog. E é justamente como uma homenagem ao Dia Mundial do Rock, que, a partir de hoje, inicio uma série especial aqui no Habeas Mentem, onde me proponho a postar regularmente cada um dos cem discos que a edição da Revista Playboy elegeu como os 100 melhores discos de rock da história.

Mas já vou avisando, embora tenha tentado aprender a tocar guitarra e violão (tentado sem conseguir, que fique bem claro), não sou nenhum especialista em música. Os textos que escreverei sobre cada disco vão trazer curiosidades, algumas informações técnicas e a minha impressão pessoal sobre as canções e os discos como um todo, com base nas minhas audições dos discos e da leitura de variados artigos e resenhas na internet e revistas especializadas. Não tenho a pretensão de dar a palavra final sobre eles ou de escrever textos técnicos e muito menos de ser o dono da verdade. Por isso, antes de comentar dê uma olhadinha em nossa Política de Comentários. E sinta-se a vontade pra partilhar seus conhecimentos e opiniões!

Anúncios

4 comentários sobre “13 DE JULHO – DIA ‘MUNDIAL’ DO ROCK E OS 100 MELHORES DISCOS DE ROCK DA HISTÓRIA

  1. Pingback: 95-SECOS & MOLHADOS | habeas mentem

  2. Pingback: O PARTO E A ESCRITA | habeas mentem

  3. Pingback: 10 INCRÍVEIS COMPOSITORES DO CINEMA | habeas mentem

  4. Pingback: 100 – THE UNFORGETTABLE FIRE | habeas mentem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s