TAG: 50 COISAS SOBRE MIM

Vi essa TAG no Momentum Saga e no Meteorópole. Achei legal a ideia e corri pra responder e dar minha versão dos 50 fatos sobre mim. De início pensei em organizar os fatos de maneira sequencial utilizando uma determinada lógica. Mas acabei optando por simplesmente ir escrevendo a medida que eles apareciam em minha mente, sem nenhuma ordem ou conexão. O resultado foi esse:

tr50x392_3

50-Sou sergipano de Aracaju com muito orgulho. Até onde eu sei toda minha família até onde eu consigo lembrar (e isso vai até meus bisavôs e bisavós por parte de mãe e pai) são sergipanos. Curiosamente minha mãe é de uma cidade chamada Laranjeiras (onde se produz muita cana-de-açúcar) e meu pai de uma cidade chamada Boquim (onde se produz muita laranja);

49-Adoro uma boa história, seja num livro, num filme, num quadrinho, numa série de tv, numa conversa de boteco. Adoro conhecer e contar histórias. Por minha capacidade de decorar e de contar as mais diversas histórias incansavelmente quando encontro ouvidos atentos, ganhei o apelido de Forrest Gump na universidade (melhor apelido que já ganhei na vida);

48-Sou bom de garfo, mas tem três coisas que eu não como: 1) Maionese: o médico me recomendou que evitasse porque se ela estiver só um pouquinho de nada estragada vou ter uma nada agradável infecção intestinal; 2) Repolho refogado: simplesmente não desce, por mais que eu tente e 3) Ameixa: odeio! Não gosto nem do cheiro;

47-Sou magro e por mais que coma não engordo. E nem adianta dizer que depois de casar engorda, estou casado há mais de um ano e não engordei uma grama;

46-Tenho pavor de aranhas. Não sei quando e nem como adquiri esse pavor. Mas quando tinha uns 15 anos alguém me disse que uma boa maneira de vencer seus medos era aprender tudo o possível sobre a fonte do medo. Hoje sei que uma das aranhas mais perigosas do Brasil é a marrom, muito comum no país, cuja picada não chega a matar, mas é muito dolorosa e capaz de necrosar os tecidos! E nem queiram saber o que eu aprendi sobre as armadeiras ainda mais comuns no Brasil! Imagine como isso NÃO ajudou a diminuir meu medo! (mas se você tiver curiosidade de saber, é só clicar aqui.);

45-Nunca fui muito bom em esportes. Mas na época de escola joguei alguns campeonatos como goleiro principalmente de futsal. Era especialista em pênaltis! Ah e também era um velocista incrível. Ninguém me pegava na corrida (pensando bem, mais um motivo pro apelido de Forrest Gump!);

44-O primeiro filme que assisti no cinema foi Os Trapalhões e Árvore da Juventude;

43-Quero ser escritor desde que aprendi a ler. Me dava muito bem em redação embora odiasse os temas propostos, tipo “Minhas Férias”;

42-Adoro Trilhas Sonoras de Filmes. A primeira trilha que adquiri foi a de Star Wars Episode I: The Phantom Menace, que ganhei num concurso na escola. O vencedor poderia escolher o cd que quisesse e eu não pensei duas vezes em pedir esse, que na época custava absurdos R$35,00!

41-Também adoro rock. Algumas de minhas minhas bandas e cantores preferidos são Nirvana, Queen, The Who, David Bowie, Pink Floyd, Black Sabath, Led Zeppelin, Legião Urbana e Beatles, não necessariamente nessa mesma ordem;

40-Já a minha cantora preferida é a Alexia! Não conhece? Então clica aqui e me diga se realmente não conhece. Lembrou? Essa música tocou um monte lá pelos idos de 1997 e desde então venho acompanhando sua carreira. Simplesmente adoro!

39-Quando adolescente gostava muito de vídeo games, principalmente os de corrida, embora fosse viciado em Bomberman e SuperStar Soccer. Hoje em dia não curto muito e minha esposa adora isso;

38-Falando em esposa sou casado com uma mulher linda, extremamente competente, cheia de habilidades e a quem amo muito. A conheci na universidade durante um evento do qual fazíamos parte da comissão organizadora no final de 2010;

37-Sou trekker ferrenho! Passava tardes inteiras de sábado assistindo a Maratona Jornada nas Estrelas do antigo canal a cabo USA. Só para depois rever os mesmos episódios aos domingos;

36-Também gosto muito de Guerra nas Estrelas e, como já devem tempo percebido, tenho sérios problemas com essa mania de globalização dos títulos de obras já consagradas com títulos nacionais. Então para mim é Jornada nas Estrelas e Guerras nas Estrelas mesmo!

35-Dos quadrinhos o meu grupo de heróis preferidos são os X-Men. Virei fã com 12 anos quando li a versão nacional da história número 1 do grupo. Gostei tanto que saí procurando mais histórias e acabei encontrando a republicação de Giant-Size X-Men 1. Ou seja, minhas duas primeiras histórias dos mutantes foram duas histórias clássicas;

X-men

34-Sou fã da dublagem brasileira! Sei que muitas pessoas atualmente tem uma rixa com filmes dublados, em especial nos cinemas e até entendo o porquê. Mas, apesar de tudo isso, admiro demais o trabalho dos dubladores nacionais;

33-Já pensei em ser cineasta. Estudei conceitos de cinema por conta própria, pesquisando na internet. Em 2009 produzi, filmei e editei um filme com entrevistas de amigos e conhecidos falando e contando histórias sobre uma amiga que iria morar nos Estados Unidos. Tipo um documentário sobre ela. Ao final do trabalho fiquei impressionado com o resultado que ficou muito melhor do que eu esperava;

32-Sou de fazer amigos facilmente, mas apesar de ter bons amigos homens, tenho muito mais facilidade de fazer amizade com mulheres. Algumas são como verdadeiras irmãs. Né, Dani?

31-Sou religioso e acredito em Deus, mas atualmente não professo nenhuma religião. Minha fé em Deus aumentou depois que passei a me interessar por astronomia ainda criança. Mas me dou bem com quem possui crenças diferentes da minha. Basta que me respeite e às minhas opiniões;

30-Trabalhei em supermercado como empacotador e repositor! Aprendi muita coisa, mas não desejo isso pro meu pior inimigo;

29-Ainda sobre o número 30: fui repositor da seção de velas, pilhas e encartelados. Até hoje me impressiono quando lembro o quanto vela de 7 dias vende. Num dia comum chegavam a ser 20 caixas cada qual contendo 12 velas! Dia de Finados era uma loucura que vocês nem imaginam!

28-Tenho verdadeiro pavor de livros best sellers ou que estão na moda. Por causa disso demorei a ler vários livros bacanas, como Jogos Vorazes, ou conhecer vários autores muito bons como Dan Brown;

27-Aprendi a não desdenhar e nem a julgar nada sem antes conhecer. Sempre desdenhei dos livros de Agatha Christie até ler um e ficar viciado na Rainha do Crime. Também desdenhei do Queen até assistir o show deles no Rock in Rio! Ainda hoje tenho vergonha de já ter feito isso;

26-Tecebolinhanho a língua presa, o que me faz trocar o “r” pelo “l” em palavras como “troco”, “prova” e na infame “trinta e três”, mas não sou nada parecido com o Cebolinha! Aliado a isso sou extremamente tímido o que ainda me fez desenvolver uma gagueira nervosa branda. Falar em público era um verdadeiro suplício até ter aulas de oratória. Ninguém acredita nisso porque aprendi a controlar minha timidez e hoje sou bem desinibido para falar;

25-Já ensinei Geografia em turmas de 5ª a 8ª Séries. Prefiro as turmas de 5ª série, por vários motivos. Quase sempre tenho problemas com turmas mais velhas;

24-Já fui viciado em séries japonesas. Mentira, ainda sou: tenho no computador todos os episódios de Jaspion, Changeman, Flashman, Jiraya e Spielvan!

23-Uso óculos de descanso. Ou deveria usar, se não conseguisse a proeza de quebra-los com menos de seis meses de comprado;

22-Meu filme preferido chama-se “Aquela Noite” e é um filme que praticamente ninguém assistiu. Na verdade as únicas pessoas que assistiram eu as conheci numa comunidade do finado Orkut e conversando com o pessoal descobri que praticamente todos assistiram o filme no mesmo dia: numa sessão tarde da noite do antigo Tele-Cine;

21-Era um aluno exemplar no ensino fundamental menor (maior média da minha vida escolar foi 9,78 em Ciências na 5ª Série), bom no ensino fundamental maior, regular no ensino médio e algo em torno do medíocre na universidade. Aliás, o período de universidade foi quando me decepcionei de fato com a educação brasileira;

20-Apesar do número 21, me considero um bom profissional. Tenho domínio do assunto, estou sempre me reciclando, já escrevi módulos de Geografia da 5ª à 8ª série que foram muito elogiados por colegas e pela coordenação da escola onde lecionei. O modo como o conhecimento é tratado na universidade é que não me agradou;

19-Sempre fui muito rápido ao ler, mas atualmente estou desenvolvendo o gosto pela leitura mais lenta. Ao invés de engolir o conteúdo do livro, aprendi a degustar aqueles mais prazerosos;

18-Sou péssimo em matemática. Sou tão ruim, mas tão ruim que não tenho vergonha nenhuma em admitir que quando o assunto são contas eu sou um perfeito imbecil;

17-Não sei dançar. Várias amigas já tentaram me ensinar. Minha esposa quer muito que eu aprenda. Mas não consigo nem o dois-pra-lá-dois-pra-cá. Talvez por que envolva números;

16-Mesmo assim, quando paquerei minha esposa no dia em que nos conhecemos e ela me chamou pra dançar eu aceitei! No primeiro movimento ela percebeu que eu não sabia dançar, mas não ligou!

15-Aprendi a admirar pessoas portadoras de deficiências com meu avô que era cego! Apesar da deficiência ele era ativo e capaz de proezas maravilhosas, como azulejar um banheiro. Cego! E aí? Qual sua desculpa?

14-Outra pessoa que admiro muito é minha mãe. Ela simplesmente desconhece o significado da palavra preguiça. Infelizmente isso as vezes a leva a esquecer o significado da palavra bom-senso, como da vez em que, operada, acordou cedinho pra lavar roupa. Precisou levar uma bronca dos filhos pra voltar pra cama e repousar;

13-Tenho aprendido a admirar meu pai nos últimos anos, num processo similar ao da famosa frase de Mark Twain: “Quando eu era um garoto de 14 anos, meu pai era tão ignorante que eu mal conseguia suportar ficar perto daquele senhor. Mas, quando completei 21, fiquei estarrecido com quanto ele havia aprendido nesses sete anos.” Só que no caso do meu pai ele de fato mudou e aprendeu muito. E tenho orgulho do coroa por isso;

12-Odeio pessoas bajuladoras;

11-Sou fã de Ginástica Olímpica desde que com uns dez anos assisti uma reportagem sobre Nádia Comaneci de quem também tornei-me fã;

10-Tenho uma tatuagem: o símbolo dos X-Men no braço direito. Pretendo completa-la tatuando o nome X-Men embaixo (não sei por que, mas algumas pessoas tem a irritante mania de confundir a imagem com a suástica nazista);

Ainda não entendo como tem gente que confunde duas imagens tão diferentes

Ainda não entendo como tem gente que confunde duas imagens tão diferentes

09-Meu Beatle preferido é o George Harrisson. E sempre que digo isso me perguntam se era por que ele era o mais tímido dos Beatles. Nada disso! Ele é apenas o autor das minhas três músicas preferidas da banda: My Sweet Lord, Something e While my Guitar Gently Weeps;

08-Aprendi a dirigir esse ano. Apesar de querer aprender desde que fiz 18, não pude antes, porque ou eu tinha o dinheiro, mas não tinha tempo (pois trabalhava e estudava) ou eu não tinha dinheiro, mas tinha tempo (pois não trabalhava, mas continuava estudando);

07-Nunca quebrei ou trinquei nenhum osso. Também nunca precisei levar pontos, apesar de já ter tido uns cortes bem feios;

06-Fumei por uns quatro anos. Parei depois de uma partida de futebol com uns amigos em que não aguentei quinze minutos de jogo. Ficou impressionado? Então releia 45 e lembre em qual posição eu jogo (sério: NÃO caíam nessa besteira que é fumar!);

05-Tenho algumas ideias de contos, e até alguns já iniciados. Só não sei quando e nem como irei termina-los;

04-Adoro crianças e me dou bem com elas. A filha de uma amiga era tão apegada a mim, que ninguém conseguia tirá-la do meu colo, nem a própria mãe. Na hora de ir pra casa era uma choradeira sem fim porque ela queria que eu fosse com ela. O choro só parava quando eu dizia que iria com ela também, mas depois. Se outra pessoa dissesse a mesma coisa ela não acreditava;

03-Acho lindo pessoas que sabem falar mais de um idioma. Mas eu mesmo mal arranho no inglês;

02-Adoro documentários! Sobre qualquer assunto, sobre qualquer tema. Mas não significa que assisto qualquer porcaria. Tem que ser bem filmado, com informações bem pesquisadas e embasadas, coerente e deve me levar a refletir sobre o tema e não me empurrar a sua versão dos fatos como verdade absoluta, inquestionável, suprema. Portanto, não suporto mais da metade do que passa no History Channel e nem me falem de Aliens no Passado, por favor. Mas Stargate é legal! Aí sim, pode falar!

01-Acredito no conhecimento como uma ferramenta poderosa. Algo capaz de mudar por completo uma vida ou toda uma sociedade. Mas que tipo de conhecimento? Todo e qualquer um. Para mim todo conhecimento é válido e bem vindo. Porém não acredito que APENAS adquirir conhecimento seja o suficiente. É preciso adquirir conhecimento e REFLETIR sobre ele, analisa-lo, ponderar sobre suas implicações, relevância, veracidade etc. Nas palavras do Spider Jerusalem da HQ Transmetropolitan: “Não é o ato de ver somente. É compreender corretamente o que vemos”.

Anúncios

4 comentários sobre “TAG: 50 COISAS SOBRE MIM

    • :D Pois é! Na infância isso me incomodava muito, mas hoje tiro de letla… quer dizer letra! Só quando insistem pra ficar repetindo “Tlinta e tlês” dando risadinhas e comentários como: “Que bonitinho! Fala de novo!”, que dá vontade de mandar a pessoa praquele lugar!
      Obrigado pelo comentário, minha amiga!

  1. Apenas que você deve pegar sua esposa e fazer algumas aulas de dança. Vocês vão se divertir muito mesmo, vão relaxar a mente, conhecer gente nova, dar boas risadas e etc. Com sorte, vc aprende alguma coisa, hehehe. Até meu marido q é meio sem jeito aprendeu algumas coisas!
    Nossa, me identifiquei demais! Até a parte do beatle favorito. Não sou muito fã de Beatles, apesar de conhecer bastante coisa da banda pq meu pai gosta muito. Aprendi a admira George Harrison também!

    Também adoro Star Trek (nenhuma novidade rs) e me dou muito bem com crianças! E também sou a louca do documentário. As vezes, quando estou fazendo um trabalho cansativo, coloco algum documentario no youtube e fico só ouvindo. Parece que a narração me faz bem, rs.

    Adorei conhecer um pouco mais de você, muito legal!
    Abraços e bom domingo!

    • :D Minha esposa gostou do incentivo que você me deu pra fazer as aulas de dança! Tô pensando rsrs
      Gostei muito também de ler o seu e o da Sybylla justamente por encontrar tantas coisa com as quais me identifiquei. Foi uma boa forma também de me conhecer mais a medida que ia lembrando dos fatos!
      Obrigado pelo carinho e desculpa pela demora em responder!
      Vida Longa e Próspera ;) \\//

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s