MEUS 10 CLIPES MUSICAIS PREFERIDOS

Video clipe

Final de ano batendo na porta e eu aqui, desde o começo do mês, atolado numa monumental papelada do trabalho que me impediu de finalizar alguns textos já iniciados. Tirando uma folguinha no Natal para viajar com a esposa e filho, não tive condição de me dedicar a esses textos, nem ao blog. Mas eis que encontrei um tempo livre hoje e resolvi preparar uma listinha que já andava pela minha mente.

Antes de inventarem a internet e da mesma se popularizar, uma de minhas diversões preferidas era assistir aqueles programas de clipes musicais célebres na MTV. Eu adorava aqueles vídeos e vários deles me marcaram pelos mais diversos motivos. E lógico que a ideia de fazer uma lista com os meus preferidos é algo que faço desde essa época. E daí para criar uma específica para o blog foi uma questão de tempo.

Abaixo listo meus dez clipes musicais preferidos. Não são necessariamente os melhores clipes da história da música, apenas aqueles com os quais mais me identifico, que conseguem algum grau de diálogo comigo ou simplesmente me agradam pelo seu apuro técnico. Por isso mesmo não foram colocados em ordem de qualidade. Apenas fui lembrando, catando o link no Youtube e escrevendo um pouco sobre.

O resultado você confere abaixo:

Ela Disse Adeus – Os Paralamas do Sucesso

A primeira vez que assisti a esse vídeo foi lá nos idos de 1999, em algum programa da TV Cultura, talvez o Alto-Falante. A música ajudou, mas curti demais a historinha contada durante a música. Adoro esse clipe por ter sido com ele a primeira vez que refleti mais conscientemente sobre o machismo em várias facetas. Ignorem o fato da própria gravadora postar o clipe da música com o nome errado e curtam o vídeo.

Survivor – Clarisse Falcão

Existe um milhão de motivos para que eu adore tanto esse clipe. Ver tantas mulheres diferentes cantando que são sobreviventes é com certeza um deles. Do ponto de vista técnico, adoro clipes filmados no plano fechado, pois naturalmente ajudam a reforçar a intimidade e expressão. E, ao menos em minha opinião, isso foi lindamente alcançado aqui. Atenção ao 1m20s do vídeo, meu momento preferido do clipe.

Nothing Compares 2U – Sinéad O’Connor

E por falar em plano fechado temos essa pequena obra-prima considerada por muitos como um dos mais belos clipes já filmados. A carga emocional de ver Sinéad O’Connor chorando em primeiro plano por quase todo o vídeo é muito bem equilibrada com imagens dela andando pelos arredores do que, aparentemente, seja um palácio europeu e ajudam a transmitir o sentimento de solidão e desamparo da letra. Perfeito.

Vogue (MTV Awards 1990) – Madonna

Houve uma período ali pelo final dos anos 80, em que os clipes alcançaram um nível de qualidade e alcance antes só vistos nos cinemas. Muito disso graças ao rei e a rainha do pop Michael Jackson e Madonna. Quem assistiu os clips de “Thriller” e “Deeper and Deeper” na época do lançamento (ou esperava pra ver no final do Fantástico), sabe do que estou falando. O resultado é que hoje em dia todo mundo tenta imitá-los, mas quase nunca conseguindo repetir a qualidade. Apesar de glamorosos, lindos e cheios de efeitos (estou falando de você Kate Perry), não conseguem ser tão lindamente simples e ao mesmo tempo rebuscado como essa apresentação no MTV Awards em 1990 de “Vogue”, livremente inspirado no clipe da mesma música, que é também qualquer coisa de incrível.

Busca Vida – Os Paralamas do Sucesso

Essa canção dos Paralamas do Sucesso chegar a dar raiva de tão linda, delicada e simples. E o clipe acertou em cheio em se inspirar na obra O Pequeno Príncipe, para compor seu visual estilizado. De longe, um dos mais belos clipes já feitos no Brasil.

Single Ladies – Beyoncé

Além do plano fechado outra coisa que adoro num bom vídeo clipe é a simplicidade. Seja a simplicidade no roteiro, no estilo ou da historinha contada quando essa existe. E, particularmente, ainda não vi um clipe mais simples e mesmo assim tão bom quanto esse feito para “Single Ladies”. Três garotas, um estúdio minimalista, uma coreografia bacana e é basicamente só isso. Além de simples, prático. Claro que a bela fotografia e a competente e inteligente edição ajudam muito, mas sem jamais deixar a simplicidade de lado. Em tempos de arroubos nababescos (vide “Bad Romance” de Lady Gaga), o clipe de “Single Ladies” é quase uma ode à simplicidade. E de tão bom chega a ser hipnótico.

Gold – Chet Faker

Falando em clipes que são quase hipnóticos de tão simples e ao mesmo tempo lindos, eu ainda não tive como agradecer a Aline Valek por ter me apresentado esse clipe em sua newsletter semanal Bobagens Imperdíveis (que, aliás, recomendo fortemente que assinem). Esse vídeo é tão incrivelmente simples que a gente assiste e fica pensando: como não tiveram essa ideia antes? Então muito obrigado, Aline por ter me apresentado essa lindeza!

Rolling in the Deep – Adele

Embora seja uma coleção de imagens aleatórias, que, aparentemente, nada tem a ver umas com as outras eu acho esse clipe da Adele lindíssimo. Talvez seja a voz potente da cantora, talvez seja sua pessoa placidamente sentada enquanto imagens de destruição e violência estilizada se sobrepõem. Sinceramente não sei. Mas para mim é lindo!

Na Sua Estante – Pitty

Eu tenho um fraco por clipes em animação. E mesmo não sendo o melhor que já assisti (esse título é sem sombra de dúvida de “Do The Evolution“), a história do homem de lata que se apaixona pela garota bonita do trabalho e que se vê preterido pelo rapaz bonitão e aparentemente boa praça, me encanta e sensibiliza demais. Um clipe que adoro sentar, assistir e pensar. E a música é ótima.

Lost in Love – Air Supply

E para fechar essa listinha um clássico pseudo kitsch do Air Supply. Hit fácil naqueles dvds de Flash Back vendidos a 3 reais em terminais rodoviários, adoro esse clipe por tudo. Desde o uso de fotografias de nebulosas, estrelas e outras imagens espaciais, até a sobreposição da imagem dos cantores no melhor estilo efeito especial a lá Chaves, esse clipe é deliciosamente brega e datado, mas ainda assim me encanta de um jeito que sou capaz de assisti-lo vez após vez sem me cansar, para terror de minha esposa. Agora dá licença que vou aqui assisti-lo de novo!

***

Vocês também curtem vídeo clipes? Então comentem aí! Pode ser antigo, novo, brega ou moderno. E não se acanhem se o seu preferido é um Air Supply da vida ou mesmo os delírios visuais da Lady Gaga. Afinal já diz um antigo ditado vulcano:

Spock Saavik

Até mais e um bom início de 2016 para todos!

Anúncios

4 comentários sobre “MEUS 10 CLIPES MUSICAIS PREFERIDOS

  1. Pingback: MAIS 10 DOS MEUS CLIPES MUSICAIS PREFERIDOS | habeas mentem

  2. Adorei todos, mas onde está Thriller? E no momento vergonha do que já curti, ficou faltando com certeza “I Want It That Way” dos Back Street Boys! :)

    • Com certeza Thriller podia estar fácil nessa lista. Mas como eu disse na introdução eu fui lembrando e escrevendo. E quando lembrei de Thriller, já tinha completado a cota dos 10 clips :)
      Quanto a I Want It That Way prefiro não comentar rsrsrs

  3. Pingback: DAVID BOWIE: O HOMEM DAS ESTRELAS | habeas mentem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s